Páginas

8 de agosto de 2011

Mantendo blogs e criando outros, assim vou vivendo

Pois é, já não era tão fácil manter esse blog, e ai eu tive a magnifica idéia de fazer outro!

E o que esse outro blog tem? Música! Vocês podem conhecer as bandas que eu escuto e eu ainda escrevo uma historinha. É o StormAlterna (nome diferente né?). Se curtir, ainda pode fazer perguntas e recomendar algo.

Agora tenho que pensar no próximo texto pros dois blogs. Prometo que escrevo algo rápido. Ou não tão rápido.

7 de fevereiro de 2011

Criar meu web site, Fazer minha home-page...

Bom, estou planejando criar meu domínio próprio, instalar Wordpress nele e mandar bala. Já até bolei o design para a página inicial. Domingo, dei uma desenferrujada nos meus conhecimentos de web design e comecei criando a página que pretendo fazê-la de meu site.
Estou ainda procurando um plano de hospedagem, a princípio estou vendo pelo UOL Host, mas aceito recomendações.
Espero que ninguém tenha ficado com a música do Gilberto Gil na cabeça. Ressuscitei algo que talvez nem o pai de Preta Gil queria lembrar.

3 de fevereiro de 2011

Dois anos em um post

Estou desde Março de 2009 sem escrever neste blog e desde lá aconteceram muitas coisas, algumas podem até influenciar para que eu não tenha feito nada por aqui. Vou fazer uma pequena revisão.

Neste mesmo ano (2009), continuei meus estudos, me empenhando firmemente para não ser passado pra trás pela instituição de ensino e até virei estagiário no último semestre.


Dia de apresentação do TCC. Eu, Lessandro e Felipe.

Em 2010 corri que nem louco com meus amigos para fazer todo o TCC em um semestre, além de ter que juntar toda papelada de horas adicionais. Terminei o curso no meio do ano, passei em vários concursos que me mandavam ir desde "George Oeterer", do outro lado de Iperó, para escolas agrícolas de Itu, que fecham quase meia noite, em que você tem que fechar todas as salas antes de sair. Acabei não entrando em nenhum cargo de concurso e voltei a trabalhar como programador, pra minha sorte. Consegui tirar minha carteira depois de algumas tentativas frustradas e peguei meu carro (que não é um Fiat 147 nem um Fusca como eu dizia que ia ser) que terei um belo carnê pra pagar.

Eis que vem 2011, quando cheguei na frente do laptop e vi meu blog desatualizado. Assim passaram-se belos 2 anos depois da última postagem.

Outra coisa que influencia é que o blogger não ajuda muito, e desde 2009 esta tela que uso pra escrever meus posts é exatamente a mesma! A listagem de posts do blog não é muito prática também. Eu vou ver se mudo pra Wordpress, quem sabe até um domínio próprio, não é?

5 de março de 2009

Instalando IRPF 2009 no Ubuntu

Ano passado, escrevi neste blog como instalar IRPF 2008 no Ubuntu 7.10. Como não mudou o programa, vamos utilizar a mesma dica pro seu Ubuntu. Se quiser, pode instalar o JRE 6, ao invés do 5:

sudo aptitude install sun-java6-jre
(ou clicando aqui)

Os programas da Receita:

Após tudo instalado e baixado, você pode ir na pasta onde os programas foram baixados e executá-los (caso esteja rodando pelo shell, antes digite chmod +x nome_do_programa.bin). Siga os passos do programa de instalação.

31 de outubro de 2008

Ubuntu 8.10, Intrepid Ibex!

Nesta última quinta, 30 de outubro, foi lançada a versão 8.10 do Ubuntu, sob o codinome Intrepid Ibex. A nova versão traz diversas melhorias, como melhor suporte a tecnologia 3G. Você pode ir ao site do Ubuntu e escolher como deseja obtê-lo.

Veja também: Nota de lançamento do Ubuntu 8.10.

27 de setembro de 2008

Sobre Hackers e Crackers

Nas últimas décadas, muito se fala sobre os ataques à computadores de empresas, invasão de sistemas protegidos e todo tipo de quebra de segurança. Do outro lado, ouvimos falar de grandes avanços na área e muitos gênios saídos de porões com grandes idéias. Nesta história, quem é quem?

No seu sentido original, hacker é aquela pessoa profundamente interessada em computação, programação, tecnologia e em como aumentar a capacidade de um sistema através dos hacks (modificações). Quando falamos de atos prejudiciais a um sistema, estamos falando dos Crackers.

Os termos foram mal interpretados. Principalmente pela mídia. Os hackers tornaram-se criminosos. O termo cracker é raramente utilizado nos dias de hoje. Essa história teve início na década de 80.

Os hackers cotribuiram muito com seu conhecimento. Apresentaram ao mundo a visão colaborativa da tecnologia. Eles distribuem seus códigos e idéias para que todos possam apreciar ou modificar ao seu gosto. Na maioria das vezes, nada cobram por isso.

Como muitos dizem, o cracker desfaz o que o hacker faz. Enquanto um constrói, o outro apenas destrói. Sempre tentando prejudicar pessoas por dinheiro, ou até mesmo por pura diversão. Mas eles nunca estão totalmente ilesos: suas armas podem ser usadas contra eles mesmos. Para isso existem os Hackers!

Enfim, o hacker é aquele que usa seu conhecimento para o bem da tecnologia. Já o cracker o usa com maldade, apenas pelo próprio bem. E um lado sempre tentará derrubar o outro, infinitamente.

2 de setembro de 2008

A segunda geração da web

A web 2.0 é a mudança dos conceitos existentes na internet. Ela passou a se tornar um ambiente colaborativo, onde há uma troca intensa de informações de dados entre seus usuários. Neste contexto, não é apenas o adminstrador, mas também o usuário quem cria o conteúdo do site, enviando músicas, textos, imagens e vídeos, compartilhando com colegas e até desconhecidos.

Também foi abandonado o conceito de classificação por diretórios, muito utilizado até então, para ser adotado o de etiquetas, o que facilita e muito a organização e filtração do conteúdo, tornando a web cada vez mais moldável.

As aplicações neste ambiente podem também ser "quebradas" em partes menores e misturadas a outras, criando uma terceira ferramenta. O termo foi usado primeiramente pela empresa O'Reilly Media, em 2004, e a partir daí tornou-se popular. Algumas regras para a Web 2.0:

  • Infinitamente Beta: O site estará sempre em desenvolvimento e nunca terá uma versão final;
  • Colaborativo: Compartilhe o que você tiver de informação e reutilize outras sempre que possível;
  • Etiquetas ou tags: O conteúdo pode ser classificado pelo usuário da forma que ele quiser - não da que você quiser;
  • A web como plataforma: Fazer as tarefas on-line ao invés de off-line;
  • Os dados que valem: O valor do negócio será classificado pelo valor das informações contidas nele;
  • Leve para onde quiser: A ferramenta deve ser flexível, para que possa ser acessada em qualquer lugar.

Esta geração permite que o humano ensine a máquina a se adaptar a ele, e não o inverso. O usuário se encontra agora no centro das atenções, pois é ele que permite o funcionamento e aprimoramento da ferramenta. E acaba se tornando um colaborador para o desenvolvimento da mesma. Portanto, a segunda geração da web não é feito apenas de máquinas, mas principalmente dos humanos.

O texto acima é um trabalho que fiz para a faculdade, matéria de Redação para Meios Digitais, curso de Webdesign e Internet do CEUNSP-Salto.

19 de junho de 2008

Microblogs: mais do mesmo?

Entrando na discussão sobre os microbloggins, aproveitando a primeira blogada do @m4rloon, vou expor um pouco da minha opinião sobre isso, em especial para três serviços: Twitter, Plurk e Pinax.
Twitter - Tenho uma conta no Twitter, onde coloco lá meus devaneios instantâneos, pra mim basta. Não acho que criar muitas contas em diversos sites diferentes que fazem a mesma coisa seja algo interessante, antes até achava, mas desisti disso.
Plurk - O Plurk, além de ser apenas outro microblog, tem algo que detona sua usabilidade, que é a rolagem horizontal. Aquilo é querer inovar de mais. Usuários novos facilmente se perdem naquela linha do tempo, que eu já desisti de entender. Sem contar que não tem barra de rolagem, isso é bizarro.
Pinax - O pinax é um serviço que compensa testá-lo. Pinax é um site de aplicações reusáveis (prontas pra usar no seu site) pro Django, que conta com Tribos (comunidades), Wiki e Bookmarks, entre outros, incluindo um clone básico do twitter. Tudo num só, que você pode baixar e usar pra desenvolver seu site. Estou lá pra ajudar a testar, entrem lá também, e vejam que trabalho legal estão fazendo (que tem um trisco do meu também).
Convite? Casamento? Ah, Plurk... - Confesso agora que criei um filtro no gmail pra jogar fora todos os "convites" do plurk e o hi5 (que já usei a muito tempo atrás. Mesma coisa do orkut, mas se nem orkut eu quero mais, pra quê entrar em outro igual?). Se vocês quiserem me convidar pra algum site, tem que ser realmente bom e que realmente conpense entrar.
Mas enfim: A web 2.0 tem serviços muitos bons, mas esse negócio de "mais do mesmo" não me agrada.

16 de junho de 2008

Desenho: Um cara e seu cachorro, 3 versões


Clique nas imagens para ampliar

Esse desenho foi feito em 19 de Fevereiro de 2006. É interessante a forma que tive a idéia para esse desenho: um triângulo e um quadrado. Feito primeiramente a lápis, fiz uma edição no gimp, que deu o segundo resultado, preto e branco; a terceira versão é um vetor, feito no inkscape.